quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

NOTICIAS LITERÁRIAS


Semana Nacional da Leitura e da LiteraturaO presidente Lula assinou na semana passada a Lei nº 11.899, instituindo o Dia Nacional da Leitura, que será comemorado em 12 de outubro. Também integrará o calendário oficial de celebrações relacionadas à cultura brasileira, a Semana Nacional da Leitura e da Literatura, que será comemorada no mesmo período em que recair o Dia Nacional da Leitura. Com isso, segundo o site do Ministério da Cultura, o "Governo Federal pretende ressaltar a importância do hábito da leitura no país, fundamental no processo de formação do indivíduo e de inclusão sociocultural". O mundo do livro e da leitura também conta com outras datas comemorativas: 12 de março (Dia do Bibliotecário), 18 de abril (Dia Nacional do Livro Infantil), 25 de julho (Dia Nacional do Escritor) e 29 de outubro (Dia Nacional do Livro).
___________________________________________________________________
Adaptação ao Novo Acordo Ortográfico é feita de forma gradualApesar de estar em vigor desde o dia 1º de janeiro, o Novo Acordo Ortográfico ainda não é adotado por grande parte das instituições brasileiras. De acordo com o Estadão.com.br, alguns órgãos como o Museu da Língua Portuguesa, algumas secretarias estaduais e o Governo Federal ainda utilizam-se da norma antiga, enquanto o Diário Oficial da União e o do Estado de São Paulo optaram por utilizar as duas formas. Em relação ao mercado editorial, o jornal DCI destaca o custo estimado para a implantação da nova ortografia: cerca de R$ 60 milhões, considerando apenas a revisão de conteúdo e a rediagramação. E para a BBC, ainda há incertezas sobre a sua adoção nos outros países do mundo lusófono. Para conferir um resumo das novas regras, clique aqui. Para assistir a um samba feito em Portugal sobre a reforma ortográfica e intitulado Será que tem algum nexo matar o cincunflexo, clique aqui.
__________________________________________________________________
Fundo Nacional da CulturaEm entrevista ao Jornal do Brasil, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, explicou o novo projeto de lei de incentivo cultural e as modificações nas regras de renúncia fiscal, transformando o Fundo Nacional da Cultura no principal instrumento de fomento. Cada setor específico, como Livro e Leitura e Diversidade Cultural, irá funcionar de maneira independente, como modelos independentes de gestão e avaliações especializadas dos projetos. O ministro também fala sobre o Vale-Cultura, investimento no acesso aos bens culturais que permitirá ao trabalhador trocar seus tíquetes por livros e entradas de teatro, dança e cinema. Clique aqui para ler a entrevista e aqui para conhecer o Fundo Nacional da Cultura.
___________________________________________________________________
Cecília Meireles (1901 - 1964)
Retrato
"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios,
nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração
que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
- Em que espelho ficou perdida
a minha face?"
_________________________________________________________________




Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE,
DÊ SUA SUGESTÃO OU OPINIÃO.